A verdadeira dimensão do Evangelho

Se as boas obras são a casa, o entendimento é o seu projeto. Um bom projeto propicia uma boa casa, mas não a substitui, porque não é possível morar em uma ideia. E neste processo, o ágape seria os meios de ação para a obtenção de cada cuidadoso detalhe que, no coletivo, constrói o Reino enquanto é vivido, porque saber o que precisa ser feito não equivale a fazer. E esta é a verdadeira dimensão do Evangelho: o agir com humanidade, a fé que leva às obras, o serviço lógico.

“A ciência incha, mas a caridade edifica.”

1 Coríntios 8:1

Portanto, só tem valor o conhecimento prático, porque cumpre o propósito de infundir a natureza divina em nós, que temos por modelo aquele que mais fazia do que falava. Na verdade, seu ensino era mais sutilmente corretivo do que puramente teórico.

“Se eu tiver o dom de profecia, e souber todos os mistérios e toda a ciência; se tiver toda a fé a ponto de remover montes, e não tiver caridade, nada sou.”

1 Coríntios 13:2

Retidão, afeição e salvação

É a retidão e a afeição do Pai que nos salvou do mal da morte, para que fôssemos, depois de resgatados por seu Filho, justos e amorosos. Não há boa ação nossa que possa nos salvar, senão apenas confirmar como salvos. Portanto, a insubmissão ao Filho é uma injustiça que nenhuma boa obra pode encobrir, assim como amar somente ao próximo, ignorando quem nos oferece vida sobre vida, é o grande erro da maioria das doutrinas religiosas. E, por experiência própria, questiono se é possível alguém amar a si e ao próximo em desobediência ao próprio Ágape que nos criou.

As dimensões do Reino

Venha a nós o vosso Reino, para mim, significa que cada pessoa será valorizada e reconhecida por quem é, ou melhor, pelo quanto o Todo-poderoso laborou em cada uma, e pelo quanto cada um de nós colaborou com este processo, tanto individual quanto coletivamente. Significa que o mal, causador do sofrimento, será subjugado por completo. Significa que os desde já reinados reinarão por mil anos junto com o Rei dos reis, vivendo o sonho da plena comunhão entre o Criador e suas criaturas.

E para você, o que significa o estabelecimento do Reino?