Sempre certo

railing-542510_1280Tudo está dando certo contigo, garanto. E dar tudo certo não tem nada a ver com aquilo que você esperava, queria ou menos ainda com um caminho fácil. Não importa o grau de dificuldade das circunstâncias, mas a simplicidade, a força e a coragem que aplica em cada situação. Precisava mesmo dizer isto! As pessoas esperam que as coisas deem certo do jeito delas, quando o único controle que possuem é sobre suas próprias escolhas e ações. Exigem muitas vezes de si mesmas, resultados e mais resultados totalmente fora do seu alcance. Quanto sofrimento desnecessário! Tente ver um mesmo acontecimento ou fato de várias perspectivas, e vai reparar o valor, a beleza de cada instante com uma gratidão quase contínua, para muito além dessa preocupação, dessa ansiedade, desse medo: viva uma solução de cada vez, um minuto e emoção de cada vez, aceitando tanto o que está retornando para ensinar, quanto o que está vindo para ajudar.

Anúncios

Receita para ser amado

Só existe uma maneira de alguém ser verdadeiramente amado por outra pessoa: seja justo com ela (e consigo mesmo, claro). Nem sempre você será benevolente, nem sempre será agradável, mas se for justo e por extensão, procurar o bem do outro sem permitir que te prejudique ou mesmo anule, se souber pedir perdão quando necessário, isto será justo; se souber chamar a atenção quando necessário, isto será justo; se souber não pensar apenas em si, e não apenas no outro, isto será justo. Algumas pessoas se enganam ao empregar tanta força no agradar, porque o agradar nem sempre ocorre por altruísmo, mas pelo medo de não ser amado, e então quando age com injustiça, quando não se retrata ou corrige, desagrada numa profundidade que nenhum presente pode realmente compensar. E como estamos aqui para aprender e crescer juntos, muitas vezes será preciso trocar informações sobre o quanto nos sentimos injustiçados, para que o outro possa, novamente, nos amar. Mas se você está em demasia preocupado com o ser amado, cuidado: mais importante é amar; e ser justo, nada mais é do que amar.

Nudez de relance

A mente do homem moderno, subconscientemente temerosa, viciosamente competitiva, e, portanto, sujeita ao sentimento de inferioridade causado pelas hierarquias e valores deturpados porque desumanos, facilmente se inclina ao julgamento alheio como meio de defesa e escape das opressões que a transtornam. A liberdade, tanto quanto os produtos alimentícios à venda, é um simulacro inócuo da verdadeira que as maiorias desconhecem, hora pendendo para a libertinagem, hora dependendo de recursos dominados por outrem, restando ainda a liberdade de pensamento e a de ir e vir, pouquíssimo aproveitadas pelo estado de escravidão a que se submetem, especialmente quando demonstram pouco interesse em entender a sociedade que integram, ignorando com certa histeria, qualquer informação que as arranque da maioria, como touro escolhido para o abate, quando na realidade permanecer no curral garante sua lenta e inebriante morte matada, porém totalmente desapercebida. Seu veneno? A confiança em um intrincado sistema invisível de forças que não considera nada se não os lucros crescentes. Nascido abaixo apenas do ecossistema, procura compensar o mal feito pelos sistemas ao redor, se submetendo mais e mais a sistemas diversos, e quanto mais se move, mais se afunda na imperfeição daquilo que o homem criara, em linhas gerais, somente para dominar outros homens. Alguns, contudo, percebem que tanto a inferioridade quanto a superioridade em relação a qualquer um, são exatamente a mesma cadeia, aprisionando à mesma mentira, vivida de formas diferentes.