Respirar e sorrir

Éramos só nós, e nada mais importava, até o tempo em que as estranhas novidades chegaram. Roubaram-nos a voz, encheram-nos os olhos e os corações de estranhos sonhos, ilusões que preparariam opressões, canções e roteiros, propaganda e tiroteios. O mundo entrou, a afeição saiu. Continuar lendo

Anúncios

Castelos de areia

Se você pudesse, começaria tudo outra vez, mais experiente? Se você pudesse, jogaria fora o peso dos erros e do passado? Pois é, são tantos os desafios, os desenganos, não? Então, eu conheço alguém que pode te ajudar nisto, neste caminho que não é de religião, mas de restauração; que não é invenção de homens, mas uma oportunidade de recomeçar. O mundo não vai mudar ao seu redor, mas você vai mudar a forma de interagir com todo mundo. Você já fez do seu jeito, e ficou penoso caminhar assim. E se você ganhasse um novo coração, feito o de uma criança, não seria bom? Por favor, entenda: os ensinamentos do Messias e daqueles que o viram, são totalmente bons, só levam a praticar o bem, a justiça e a generosidade, então porque se afastar desta maravilhosa luz? Porque seguir outras doutrinas, crenças, ideologias, filosofias e costumes? Dê uma chance para a vida, para viver com humildade, com pureza, com liberdade, com gentileza. Então seus vícios serão grades de uma cadeia sem trancas, e seus medos darão lugar a um amor maior do que o de mãe, pois transcende a vida, o tempo e as certezas desta sociedade, sólidas como castelos de areia. Continuar lendo

Receita para ser amado

Só existe uma maneira de alguém ser verdadeiramente amado por outra pessoa: seja justo com ela (e consigo mesmo, claro). Nem sempre você será benevolente, nem sempre será agradável, mas se for justo e por extensão, procurar o bem do outro sem permitir que te prejudique ou mesmo anule, se souber pedir perdão quando necessário, isto será justo; se souber chamar a atenção quando necessário, isto será justo; se souber não pensar apenas em si, e não apenas no outro, isto será justo. Algumas pessoas se enganam ao empregar tanta força no agradar, porque o agradar nem sempre ocorre por altruísmo, mas pelo medo de não ser amado, e então quando age com injustiça, quando não se retrata ou corrige, desagrada numa profundidade que nenhum presente pode realmente compensar. E como estamos aqui para aprender e crescer juntos, muitas vezes será preciso trocar informações sobre o quanto nos sentimos injustiçados, para que o outro possa, novamente, nos amar. Mas se você está em demasia preocupado com o ser amado, cuidado: mais importante é amar; e ser justo, nada mais é do que amar.