Choque de realidade: energia sobrando

Havia um silêncio quase absoluto no ar, um silêncio que parecia se estender por todo o plano terrestre. Em casa, nem o rádio se podia ligar. Na rua, nenhum carro sequer passando. O que aconteceu? O mundo parou de funcionar? Tente acender a luz, tente mexer no celular.

Naquela manhã o café não foi ao forno de micro-ondas. Naquela manhã quase ninguém saiu para trabalhar. Juntos, tomamos a refeição, e com surpresa no coração, paramos de indagar da mesma forma que começamos o dia: unidos. Então nosso trabalho em seguida seria procurar aqueles vizinhos com quem não costumávamos falar, para quem sabe descobrir algo mais, mas ninguém sabia de nada.

Fora os sons de tiroteios ao longe, tudo estava muitíssimo calmo. Aproveitamos para organizar objetos que pudessem ser úteis, enquanto aquela harmonia invadia nosso lar. Voltamos a nós mesmos sem uma televisão para ligar, sem famosos para nos alienar, sem meias verdades para acompanhar, aos poucos nos ouvíamos, conhecíamos e valorizávamos cada hora mais.

Seria este um basta definitivo aos hábitos mundanos e aos enganos de uma sociedade desumana? Às pessoas sobrava tempo, faltavam ambições, posições e outras divisões. Ainda que um bocado de alimento não fosse tão fácil de achar, em cada casa não se achava mais solidão, mas energia sobrando.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Choque de realidade: energia sobrando

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s